Blog Conectiva

4 formas de lidar com prestadores de serviços no condomínio

Lidar com prestadores de serviços no condomínio pode ser um grande desafio. Afinal, apesar de frequentarem as suas dependências com o objetivo de trabalhar, em alguns casos podem representar certo risco para o condomínio e os seus moradores.

Transtornos podem ocorrer quando esses profissionais frequentam o prédio, tal como a possibilidade de roubo, furtos, dano ao patrimônio dos apartamentos e do condomínio no geral, como por exemplo, quebrar telhas quando ocorrer instalação de antenas e tv a cabo, dentre outras coisas que podem afetar a boa convivência de todos.

Ou seja, estamos falando de um assunto que envolve a segurança interna do condomínio, por isso é importante ter uma gestão efetiva na segurança e proteção dos condôminos e os seus bens.

Por isso, preparamos aqui esse conteúdo com 4 formas de lidar com os prestadores de serviços no condomínio. Acompanhe!

1. Trabalhe com empresas especializadas

Uma das melhores práticas para prezar pela segurança nos condomínios é contratar serviços apenas de empresas especializadas, pois a tendência é que elas possuam um quadro de profissionais preparados e capacitados.

Sabemos também que essas empresas possuem um nome a zelar e dificilmente trabalharão com funcionários que possam comprometer o patrimônio do condomínio e dos seus moradores. Um dos serviços que podem ser contratados dessas empresas é o de segurança 24 horas.

Esse serviço prevê um pronto atendimento, bem como um suporte completo em casos de emergências.

2. Crie um cadastro especialmente para esses profissionais

Uma das maneiras de controlar o acesso desses profissionais dentro das dependências do condomínio é criando um cadastro especialmente para quem vai prestar esse tipo de serviço, seja para o condomínio ou para algum apartamento em específico.

Esse tipo de ação ajuda o porteiro, bem como a administração do condomínio, a saber quem está frequentando as dependências do prédio, além dos moradores e seus visitantes. Dessa forma, ao manter um cadastro completo dessas pessoas será possível saber exatamente qual foi a finalidade da sua visita e tomar providências caso algum incidente ocorra.

Pode parecer pouca coisa, mas caso ocorra qualquer tipo de atividade suspeita e que esteja relacionado a essa visita, será possível agir com uma maior assertividade.

3. Conscientize os condôminos sobre entregas na portaria

É muito comum também que os moradores recebam entregas que precisam ser entregues a eles instantaneamente, principalmente quando se trata de alimentos, tal como uma pizza, por exemplo.

Antigamente era muito comum que os entregadores fossem autorizados a se dirigir ao apartamento para levar as encomendas aos moradores. Infelizmente, hoje, essa prática é um tanto quanto perigosa, pois quer queira ou quer não, é um desconhecido que frequentará as dependências do condomínio.

Por isso, o mais indicado é conscientizar os condôminos de que a melhor solução é que eles recebam a encomenda em mãos, garantindo que transtornos futuros não sejam causados pelos entregadores.

4. Entre em contato com a prestadora de serviço

Por fim, a última sugestão é que caso um prestador de serviço demonstre qualquer tipo de atividade suspeita, é preciso entrar em contato com a empresa que ele está representando.

Dessa forma, será possível deixá-la ciente sobre o ocorrido para que ela possa arcar com quaisquer consequências, bem como apurar o que ocorreu na situação e tomar as devidas providências.

Lembrando que ela é responsável pelos seus funcionários e deve garantir que não ofereçam riscos para quem está prestando o serviço.

Saiba também que é importante ministrar treinamentos para os porteiros lidarem da melhor forma possível com os prestadores de serviços no condomínio.

Agora, que tal aprender um pouco mais sobre a gestão de condomínios?

4 de Maio de 2018 Leis e Regras do Condomínio

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *