Blog Conectiva

Administradora de condomínios: 5 sinais de que você deve contratar

Dificilmente uma pessoa permitirá que terceiros deem palpite na forma com que ela administra sua casa, contudo, o mesmo não vale para os responsáveis por um condomínio. Por essa razão, muitos síndicos estão aderindo a parcerias com administradoras de condomínios.

Um dos motivos é que esse tipo de habitação se parece mais com uma empresa do que com uma residência comum. Além de possuir colaboradores, um condomínio ainda exige cuidados com a contabilidade e segurança, por exemplo.

Normalmente, os síndicos percebem alguns sinais no dia a dia do local, indicando que contratar uma administradora de condomínios é uma boa ideia. Ficou curioso para saber quais sinais são esses? Então, boa leitura!

1. Alta rotatividade de funcionários

Contratar um profissional é uma tarefa muito complicada, por isso, existem empresas que se dedicam apenas à contratação de pessoas. Nesses espaços, os candidatos são selecionados por entrevistas, testes, dinâmicas de grupo e análise de currículos.

Essa tarefa é mais fácil para uma administradora de condomínios bem preparada, mas pode ser difícil para síndicos executarem, pois exige conhecimento em Recursos Humanos e tempo hábil para avaliação de profissionais.

Se você não está satisfeito com o serviço prestado pelos funcionários do condomínio ou se existe grande rotatividade de profissionais, é hora de refletir sobre a necessidade de uma administradora de condomínios.

2. Dificuldade com processos contábeis

Lidar com a burocracia dos impostos e entender o que pode ser feito com o dinheiro do prédio são tarefas difíceis. Ao mesmo tempo em que não admitem erros, pois falhas nos processos contábeis podem colocar a credibilidade do síndico em xeque.

Por isso, se você está com dificuldades nesse tipo de trabalho, se durante as reuniões de condomínio não tem certeza se o prédio pode arcar com uma reforma cara, esse é um sinal de que a parceria com uma administradora de condomínios é bem-vinda.

3. Problemas financeiros

Muitas empresas entendem a necessidade de terceirizar serviços quando enfrentam dificuldades financeiras. O mesmo acontece com muitos prédios. Existe uma ideia equivocada sobre a importância de manter todos os aspectos administrativos nas mãos dos moradores.

Além dessa atitude não visar a eficiência na administração, ela ainda consegue onerar o caixa do prédio. Essa é umas das principais razões para se buscar ajuda profissional nesse segmento: a busca de economia com eficiência.

4. Dificuldade em responder perguntas nas assembleias

É comum que moradores deem sugestões nas reuniões, mas muitas delas não podem ser aplicadas, pois contrariam o estatuto do prédio ou regulamentações governamentais.

Em outros casos, os moradores questionam aspectos da administração, mas não compreendem os argumentos do síndico. Nesses casos, a assessoria de uma administradora de condomínios é fundamental para esclarecer os fatos. Se a qualidade das reuniões de seu condomínio não está satisfatória, poder ser que seu prédio precise desse tipo de apoio.

5. Desconhecimento sobre uma administradora de condomínios

Esse é um sintoma que indica que seu prédio precisa entender sobre o papel de uma empresa na administração do condomínio. Esse desconhecimento mostra um descompasso com relação a uma tendência do setor imobiliário que já existe há anos.

Ainda que não tenha a intenção de aderir à modernização dos processos, é muito importante que o síndico pelo menos conheça esse tipo de serviço.

Agora que você entendeu um pouco mais sobre os sintomas que indicam a necessidade de uma administradora de condomínio, que tal ler um artigo sobre o que o síndico pode ou não fazer. 

14 de Março de 2018 Administração Condominial

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *