Blog Conectiva

Como organizar uma eleição para síndico do condomínio?

Síndicos desempenham muitas responsabilidades. Por isso, devem ser bem escolhidos. Pela Lei, a eleição para síndico do condomínio deve ser realizada em uma assembleia convocada para esse fim. Mas antes disso, é importante que os candidatos se apresentem aos moradores e que os sensibilizem para participarem da votação.

Em alguns condomínios pode haver muita disputa; em outros, nem tanto. Faz parte da democracia. O fato é que uma eleição bem realizada reduz a chance de uma escolha mal feita, afinal, nem todo mundo tem perfil para ser síndico. É preciso ser honesto, responsável, cordial, ter tempo para se dedicar à função, entre outras características.

Portanto, veja os pontos mais importantes para a organização de uma eleição para síndico do condomínio.

Convocação

Antes de uma assembleia de condomínio, é preciso ter uma convocação prévia. O ideal é que ela seja feita 30 dias antes da eleição. A antecedência possibilita que o interessado em se candidatar conheça a realidade do condomínio com relação aos aspectos financeiros, a taxa de inadimplência, problemas estruturais, manutenções necessárias, infrações cometidas, etc. Com essas informações, será possível desenvolver um planejamento e uma proposta para a assembleia.

Definição dos candidatos

Durante o período de convocação, as pessoas interessadas em disputar a função podem se manifestar. Cada condomínio possui um regimento no que diz respeito aos cargos. Então, além de síndico, pode haver subsíndico e Conselho Fiscal. A candidatura dos inadimplentes são vetadas, no entendimento de alguns juristas. Veja o que diz a convenção do condomínio.

Planejamento

Depois que os candidatos se apresentam, eles devem fazer seu planejamento e elaborar suas propostas. Nesse momento, cabe uma conversa com o atual síndico (caso ele não seja candidato à reeleição) para saber das obras em andamento ou previstas e o que deve ser mantido.

Vale, também, perguntar aos vizinhos o que eles acreditam que deveria melhorar no condomínio. Os candidatos podem usar os murais do prédio para divulgar suas propostas e entregar panfletos pessoalmente.

Assembleia

A Assembleia de eleição pode se estender caso existam muitos candidatos ou a pauta inclua outros itens, como prestação de contas e previsão orçamentária. Por essa razão, o ideal é definir um tempo para que cada candidato se apresente e diga o que pretende fazer se for eleito. Um tempo entre 5 e 10 minutos é o suficiente.

Votação

Em segunda convocação, a maioria simples decidirá quem será o novo síndico. Deve-se verificar o que diz a convenção sobre as procurações para inquilinos e representantes. Em alguns condomínios, é exigido que o documento tenha firma reconhecida. Além disso, os inadimplentes não poderão votar.

E se não houver candidatos? Nesse caso, deverá ser marcada uma nova assembleia com regras alternativas, como sorteio ou contratação de um síndico profissional. A administradora do condomínio não poderá assumir a função, pois tem poderes delegados, ou seja, ela é quem desenvolve atribuições que são do síndico e algumas outras. Ademais, a existência de um síndico é indispensável e obrigatória, pois é quem representa o condomínio em todas as instâncias, órgãos e setores.

Esperamos que você tenha entendido como se organiza uma eleição para síndico do condomínio e que colabore para que ela ocorra da forma mais transparente possível no seu prédio. Você tem mais alguma dica ou experiência sobre o assunto para nos contar? Então deixe seu comentário neste post!

8 de Maio de 2018 Leis e Regras do Condomínio, Síndico e Conselho

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *